22 de dez de 2012

Meu Cartão de Natal


Decidi escrever um cartão diferente, fugindo do padrão desejando saúde, paz, dinheiro e etc.
 

Quero propor aqui algo diferente.

 
Quero te desejar sentimentos, coisas baratas que e raras que o mundo nos obriga a buscá-las mais do que nunca e que não precisamos ir a Shopings ou enfrentar o estresse dos engarrafamentos para buscá-las.

Então assim como nasceu o Menino Jesus, que nasça em você a necessidade de mudar.

Que você nasça simples como uma Criança que senta pra brincar com um simples papel e um lápis e viaja, ri, percorre os lugares mais longínquos com sua simplicidade.

Então que o SIMPLES te apaixone.

Que você não troque o Clima de Natal que é uma oportunidade de renascer, de melhorar, de perdoar e pedir perdão, de amar nossa família e nossos amigos que tanto são esquecidos por apenas um momento de trocar presentes.

Desejo-te também AMOR.

Ame sem ter medo de sofrer, de ser traído, de se frustrar, afinal Amar sempre valerá à pena.

Aqueles que não correspondem o seu Amor, um dia será tocado, mas não deixe de Amar.

É como um jogo de Futebol você já viu algum jogar fazer gol contra por que o time está perdendo? Então Ame e Ame mesmo.

Desejo-te SONHOS.

Que sejam sempre presente em sua vida a necessidade de sonhar, por mais simples ou absurda que seja: Sonhe!

Sem Sonhar não vivemos apenas vegetamos.

Uma viagem de turismo, a compra de um carro, casar, ter filhos, fazer aquela faculdade que tanto adiei.
 
Sonhe, pois só sonhando podemos perceber que estamos vivos.
 
MUDE!

Não iremos consertar o mundo, mas dizia Gandhi: “Seja a Mudança que você quer no Mundo.”
 
Vamos fazer o nosso Mundo!

Um Bom Dia, um Por Favor, um Obrigado, um levantar pra um Idoso sentar num ônibus, procure fazer uma boa ação por dia e verá o quanto sua vida ficará mais interessante.
 
Imagine um Mundo Melhor.
 
Onde todos se respeitassem.
 
Todos se amassem.
 
Ninguém fosse ofendido por ações de momentos impensáveis.
 
Um mundo onde fossem realmente valorizados a Criança e o Idoso.
 
Onde o Dinheiro fosse simplesmente uma Moeda e que Pessoas não fossem seus Escravos.
 
Que o Patrimônio e a Aparência de alguém fossem o Critério para avaliar uma Pessoa e sim suas Atitudes.
 
Eu Sonho com esse Mundo.
 
E a partir de minhas ações procuro o construir pouco a pouco.
 
Não tenho vara de Condão e nem sei se dará tempo de terminar o conserto, mas dei minha contribuição, fiz minha parte.
 
Acredite você também.
 
Sonhe comigo.
 
Juntos conseguiremos.
 
Sou um sonhador e vou continuar Sonhando.
 
Feliz Natal e um 2013 cheio de Sentimentos.
 
É o que deseja.
 
Benízio Elias da Silva Filho (Duy) & Família.