10 de out de 2015

O Bom Velhinho completa Hoje 80 anos

Hoje quero homenagear um velhinho de 80 anos que aprendi a amar como ninguém.


Velhinho este que me acolheu em 1979, e cresci ouvindo suas histórias e histórias do seu povo, confesso que o abandonei em alguns momentos, mas foi por causas nobres.


Este nobre senhor é mestre na arte de me fazer feliz e chorar ao mesmo tempo.


Em sua casa nasceram grandes nomes e outros foram acolhidos por sua simpatia e hospitalidade que nunca irá esquecer:


As Famílias Holanda Cavalcanti, Alves do Rêgo, o Cel. José Ferreira da Silva, que foram os primeiros a cuidar desse velhinho quando ainda criança.


O Tempo passa mais a história fica como ficará para sempre os feitos e as marcas de:
• Monsenhor Jonas Menezes e Silva;
• Major Maia e sua Esposa Guerreira Maria Maia;
• Neco de Rosa e o Império Barbosa, como bem fala Cizo;
• O Mestre Alexandre ou Mestre da Música, Vino, Leriano ;
• Antônio Gonçalves, Luiz e Nelson do Acordeon, Daniel, e etc;
• Os Tenórios, Dalva, Sr Manoel Coelho e demais;
• O Imortal Manoel Vidal e os seus.
• Antônio de Rita e seu Cavalo Marinho, o Boi de Neneca, os Caboclinhos da Serra Verde, Lagoa Funda e etc;
• O Coco de Machado Cego, Nelson, Cravinho, e seu povo.
• O Sarapatel de Benízio no Açougue, quem nunca baixou lá depois das noitadas do Clube ?
• Dona Elvira, Dona Zizi, Daziza, Maria Ciriaco...
• Lolota, Doca, Aurélio, Ciço de Eulália, Adeildo Sodaldo, Nego;
• Sr Quim e seu Povo e sua inteligência;
• Severino Adrião e seu Clã de onde nasceram grandes frutos;
• Severino Chofer, Winton, Wylda Souza, Lame, Washigton, Severino Souza e etc;
• Zé Ferreira e seu Clã: Biu Ferreira, Antonino, Beto Ferreira, Stênio e etc;
• O Clã dos Cavalcanti: Severino Cavalcanti, Bernadete, Neves, Elzo e demais, Mozart que é referência, Hamilton, Libânia;
• Adjair (Didi), Zinho, Dilza e seus antepassados;
• Bide Santos, David, Dimas, Djair, Danilo;
• Mané de Veía, Borges, Zé Maria, Antônio Antonio Mariano e todo Clã Mariano;
• Jaime Lima;
• Dedeu, Dida, Dona Terezinha, Dona Zezé, Dona Herotides, Zé de Silva e etc;
• Comadre Jane, Biu de Zé Luís, Toinho do Doce, Biu Mocó, Mocó.
• Corá e seu filhos, dentre ele o que mais convivi Danda
• Boró e suas peripécias.
• Sr Dada e os seus
• Sr Biu Raul e derivados
• Os Divinos: Zé Divino, Luiz Divino, Cizino e etc.
• Dé de Titó e seus Japonês e sua fiel escudeira Lúcia
• Alonso, Calumbi, Zé Vieira
• O clã dos Falcão: Zeca , Antônio e outros
• Os Santos: Zito de Santo, Luis de Santo, Nem de Santo e demais;
• Sr Terto Cordeiro, Zé Cordeiro, Ezekiel Esekiel Francisco Cordeiro Kiel e demais frutos;
• O Sapateiro mais sábio e integro que a vida me deu: Antônio Clarinha e o Clã dos Andrade: Militão, Luiz Tatão, Lulinha;
• O Empreendedor mais arrojado e político que já conheci: Caju Elias, Claudia Xavier, Cris Xavier, Aldrin Carlquist e seus descendentes.
Sem contar nos agregados, permita-me chamar assim:
• Os Serritas: Zé Serrita, Evandro, Edla, Carmem Lúcia e etc.
• Biu de Paulo, Paulo da Ferragem, Pedro da Ferragem, Luciano Moura ...
• Zé da Lojinha, Biu da Lojinha, Zezé e etc
• Sr Joaquim, Dona Raudinha, China, Dona Rute, Patricia Andrade e etc.
• Sr Caé e sua Diplomacia, Equilíbrio e retidão.

 Enfim o espaço é pouco pra muita riqueza de gente, de história e contos e fatos interessantes, talvez eu precisasse de mais 80 anos para contar.


Às vezes passo e vejo ações que ferem esse nobre velhinho, vandalismo, agressões, sujeiras, tratemos bem nosso velhinho ele merece.


Hoje o que mais me dói é que alguns filhos seus que optaram pelo caminho do alcoolismo dormem pelas calçadas, mas como integrante do AA que sou, faço o que posso e provoco os que podem me ajudar como meu avô postiço Zé Cordeiro fiel escudeiro de combate ao alcoolismo, para juntos tratarmos bem desses filhos doentes, tenho tido muita ajuda da Equipe da Unidade Mista Joana Amélia Cavalcanti, leia-se Aguinaildo e Equipe, da Secretaria de Desenvolvimento Social, leia-se Rodrigo Vando e Fábia Cavalcanti (Binha de Elzo), juntos gerenciamos crises.


Muito feliz tive a notícia através da Secretaria de Saúde que estamos batalhando por um CAPS, vamos a luta pois a doença não espera.


Fico por aqui e mais uma vez apelo pelo Amor que possamos nos amar mais, e amar melhor a esse Senhor que nos trata tão bem e hoje completa 80 anos.


Cidade que nasceu elas mão guerreiras do Cel. José Ferreira da Silva e passeou por grandes homens como Severino Cavalcanti, Luiz de Sérgio, Dr. João Barros, Sebastião Mendes e hoje Maria Sebastiana.


Cidade que nasceu do Engenho de Cana de Açúcar, mas que com o passar do tempo descobriu sua vocação para a marcenaria, Sr. Biina foi um dos pioneiros, devemos muito a ele o fato de hoje sermos produtores de móveis.


Sonho um dia em que o Cidadão reconheça o poder de seu voto e escolha nomes que realmente de fato e de direito representem o nosso município, que tenham planos, que sejam imparciais, competentes e que saibam que político é um cargo eletivo e não uma profissão.


Enquanto tivermos votos trocados por sacos de cimento, teremos políticos incompetentes e descompromissados com a causa.


Avante e para o alto esse dia chegará, ai sim faremos jus ao nosso Hino que diz:
(...) Os teus filhos te querem, te amam
Te adoram com profundo ardor
Para o Alto teu nome proclamam
Salve terra teu nome é Amor (...)


Sr JOÃO ALFREDO arreceba na caixa dos peito o amor em palavras de um Camarada e Jovem Matuto Atrevido, Administrador de Empresas, Produtor Cultural, Cantor e Escritor, que roda o mundo com uma mochila nas costas pescando, garimpando e trazendo para ti toda vocação que ainda não possuis e buscando aprimorar o que já tens.


Parabéns Vila de Santa Luzia, Boa Vista ou João Alfredo.


Eu te amo.



Adm. Benízio Elias da Silva Filho
CRA-PE
Neto de Caju Elias e Antônio Clarinha
Filho de Benízio e Rilda.