8 de out de 2016

Desfaz-se os Palanques

Hoje 06 de outubro, passado quatro dias do Dia das Eleições ainda percebemos ainda um clima de separação, em alguns casos intrigas, discórdias e etc.

Até hoje não tive coragem de entrar na Política – embora diferente da POLITICAGEM que é o que se pratica em nossa cidade – por respeitar os sobrenomes ELIAS & ANDRADE que herdei com muito orgulho de Sr CAJU ELIAS e Sr. ANTONIO CLARINHA.

Nessa campanha vi de tudo, por não ser diferente das demais.

Vi pessoas que achava que era meus Colegas serem promovidos para Amigos, fui magoado por pessoas que eu achava que eram Amigos, mas perdoe e continuam sendo.

Vi Famílias se desagregarem por opções de Partidos Diferentes.

Vi Propostas de Governo inovadoras, mas vi verdadeiras piadas em Discursos de Candidatos.

Vi Grandes Empresários deixarem suas luta diária e partirem para batalha, vi pessoas que não tem hábito de gastar de seu suor, rasgarem com força o que passaram a vida toda construindo.

Vi apostas absurdas e até eu mesmo apostei, perdi uma Caixa de Chocolate da Kopenhague, uma rodada de Café Expresso no DELTA CAFÉ e um Big Big.

Vi a atuação da nossa Justiça de forma rápida e também de forma morosa, às vezes sendo justa e injusta, até porque julgar é muito relativo e infinitamente difícil.

Vi a atuação da Polícia Militar, Civil e da Polícia Federal.

Vi um ato nobre de humildade quando recebi uma ligação do Amigo Marco Antônio PMPE a pedido da Excelentíssima Prefeita Maria Sebastiana, pedindo autorização para passar com seu Povo em frente ao nosso Comitê e não pestanejei em autorizar sem mesmo ter esse poder, pois estamos num País Democrático e o que mais me deixou feliz nesse dia foi ser muito mais cumprimentado com Respeito pelos próprios Eleitores de Maria Sebastiana do que pelos nossos Próprios Eleitores, é isso que me alimenta a semente do amadurecimento, a quebra de Culturas impróprias.

Atravessei várias noites de insônia, acordando religiosamente entre 1h e 03h da manhã todo santo dia, desde que abracei minha função de Delegado de Coligação.

Renunciei a função de Delegado na semana da Eleição atendendo ao pedido do nosso Magistrado Dr Hailton Gonçalves e da Equipe do T.R.E para assumir a Comissão de Transporte da Eleição 2016, função que desempenho desde 2004.

Bati de frente com a PMPE, com Promotoria João Alfredo, mas reconheci meus erros e pedi desculpas, sou de carne e osso e do alto de meu atraso moral também falho e muito.

Magoei e fui Magoado profundamente em alguns momentos, mas até nisso Deus é perfeito, eu precisava praticar aqui que transmito todos os dias em nossas mensagens diárias de reflexão.

Fui e sou motivo de chacota, piadas até hoje, mas aquilo que não agrega a minha vida, não merece minha atenção e devemos respeitar o atraso moral de cada um. Prudência é para poucos, e todo dia busco construir a minha.

O mais importante pra mim são as amizades que ganhei, o resultado das eleições é insignificante comparado ao valor dos novos amigos e amigas que ganhei.

A Família Guedes, a aproximação da Família Martins (o café matinal que sempre preparava), as conversas com minha Prima Dona Ana (mãe de José Martins), a Família de Sr Vino não tenho como agradecer pela atenção dispensada, a Equipe de Dr Carlos (nosso Contador), ao Amigo Lula de Nemésio pelos papos cabeças que batíamos na Casa Amarela, Nem do Ovo (Juinim) enfim a todos que ainda não conhecia.

Em especial a Amizade que Deus colocou em meu Caminho, uma pessoa que acredito que já nos amávamos em outras vidas, Deus apenas nos concedeu a oportunidade de nos reencontrar Fernanda Cruz

Perderia dez Eleições se possível fosse para ter sua Amizade, nunca me cansarei de dizer que a Amo, pela sua simplicidade, seus conselhos, sua cumplicidade, pelos seus abraços quando me vi vulnerável, impotente, quando mais precisei a Senhora estava ali, dando apoio, colo, palavras que eram bálsamo pra minha alma.

Terá aqui nobre Amiga um Irmão de sangue diferente, mas de Amor igual ao que sua família a dispõe, gratidão é o que sempre admiro nas pessoas e essa vida corpórea é pouco pra eu gritar sempre: MINHA DOTORA PREFERIIIIIIIIIIIIIIDA.

A Equipe OS JUSTICEIROS, fizemos muito bem o nosso trabalho e continuaremos fazendo, se demos trabalho na campanha que era apenas 45 dias, imaginem agora a Oposição que são 1.460 dias?

Agradeço a Deus pelos ensinamentos.

A minha Família Cibeli Rainara, Maria Carolliny, Rogeria Moura, Renato Moura,pela força e compreensão de minha ausência nesse período.

Aos Companheiros Vereadores eleitos e aos Candidatos não eleitos peço desculpas por algum momento que fui chato, cricri, embora faça 37 anos que sou chato, mas cada pessoa é única e nem sempre isso soa bem.

Ao fiel escudeiro Kleristonny Cordeiro (Popó) não tenho palavras para medir tamanha fidelidade e lealdade a não ser muito obrigado, continuarás sendo meu Sobrinho mais velho que amo de coração.

Aos Companheiros Zé Martins e Alcides de Zé de Vino agradeço pela oportunidade que foi me dado a confiança creditada em mim e aproveito para pedir desculpas pelos momento que fui grosso ou mal educado, como o próprio Zé Martins falou: “Tenha calma que é um Time de Brutos”.

As conversas picantes e divertidas durante a campanha, Dra. Kátia Oliveira, Gabriel Moura, Ricardo Augusto, Carol , Dra. Fernanda Cruz e etc., adoooooooooro uma safadeza.

Enfim a todos minhas sinceras desculpas pelas falhas cometidas, farei o possível para que os erros cometidos não se repitam.

Meu muito obrigado.

Fico por aqui, pois desde 17h do dia 02 de outubro que se encerrou a campanha e as 17h01min começa minha função de OPOSIÇÃO.

Não esperem que eu xingue, ridicularize, ofenda, não nasci para isso, tive infância e cometer tais falhas é chamar minha Genitora Dona Rilda de incompetente, haja vista que a mesma continua sendo enquanto viva estiver: EDUCADORA.

Irei sim cobrar, sugerir e reconhecer acertos, exercendo minha cidadania como sempre busquei fazer, não dando a ninguém meus direitos de Cidadãos.

Continuo sendo a mesma pessoa de sempre, sendo o mesmo Duy que ligou pro 0800 do Hipercard porque veio cobrando R$ 0,02 Centavos a mais na fatura.

A mesma pessoa que envia e-mail para o Ministério das Comunicações para reclamar dos Correios, pessoa que vai a Secretaria de Defesa Social buscar Segurança pra nossa Cidade.

Não espero vou atrás, impossível existe até eu não tentar.

Acredito nas pessoas e busco fazer um Mundo Melhor e para isso começo na minha casa comigo mesmo, na minha família, na minha cidade e por ai vou.

Paz e Luz a todos.

Parafraseando peço licença ao Imortal Gonzaguinha e utilizo de suas Palavras, nesse momento cantadas por ninguém menos que o "Tremendão - Erasmo Carlos":




23 de set de 2016

Vai Safadão!!!

Meu sapato precisa de conserto e agora?

Vivo num tempo em que Sapateiro está em extinção, assim como outros ofícios como Alfaiates, Costureiras, e etc.

Certas profissões estão deixando de existir porque vivemos a Geração de Descartáveis. 

Quebrou? Joga fora.

As roupas de hoje são feitas para durar pouco, pois para estarmos em frequência com a Moda, não podemos repetir o mesmo modelo de roupa, da mesma forma acontecem com móveis, carros e etc.
Até ai tudo bem, mas a coisa começa complicar quando a Geração Descartável emplaca nos Relacionamentos, nas Pessoas.

Aprendemos a confundir Preço com Valor.



Coisas tem Preço, Pessoas tem Valor.

Conhecemos uma Pessoa numa festa e já ficamos muitas vezes transamos sem sequer perguntar seu nome.

Quando muito evoluímos ficamos com essa Pessoa duas ou três vezes no máximo.

Quando partimos pro namoro, pois pensamos numa coisa mais séria na maioria das vezes.
Pra sermos práticos criamos uma nova categoria onde os Homens são denominados de “NAMORIDOS”, que seria uma fusão de Namorado + Marido. 

Digamos que seria um Namorado sem coragem de ser Marido, ou um “quase” Marido em estado Probatório.

Enfim, denominação a parte, mais uma vez pulamos etapas pensado que o mais fácil é sempre o melhor, e como se diz no BOPE: “Nunca Serão”.

Nos poucos relacionamentos que hoje existem, no primeiro sinal de Manutenção, voltamos pra Geração Descartável, como não vale a pena consertar, deixa-se Ele (a) e parte-se pra Outro (a).

Desaprendemos muita coisa.

Não conversamos, não dialogamos.

Não conhecemos muitas vezes nossa própria família, mas a novela da Globo ou a última música do “Safadão” é automático, mal lançou já estou cantando.

Nada contra as Novelas da Globo e nem contra o Mito Wesley Safadão, longe disso ambos tem seus méritos, quero mostrar aqui a prioridade diferentes que damos as coisas.



Quer ver uma coisa?

Qual a última vez que sua família sentou-se à mesa pra fazer uma refeição todos juntos e sem ligar a TV, Whatsapp, Facebook nos Celulares ou outra coisa parecida?

Qual a última vez que você sentou pra conversar com seu Filho (a)?

Qual a data da sua última Discussão de Relacionamento, a temível “DR”?

Como a Religião influi na sua vida?

Assim continuamos vivendo um mundo de estranhos que dividem o mesmo espaço.

A cada dia a confusão aumenta entre o conceito de CASA x LAR.

A TV cada dia mais toma espaços em nossas Casas, trazendo pra nossa vida influencias que nos tornam a cada dia mais alienados.



De acordo com o relatório anual do AD Council (www.adcouncil.org. - entidade americana pró-lar e família), publicado na revista Seleções (em inglês - junho de 1998), “50% dos lares americanos deixam a televisão ligada durante o jantar em família.”.

A Interação Social a cada dia torna-se raro, a Tecnologia que deveria juntar, aproximar as pessoas deu efeito colateral, nos empurra pra um Mundo Individualista, Egocêntrico.

Casais saem pra jantar e ao chegar ao Restaurante, antes mesmo de desejar “Boa Noite” perguntam:

“Qual a senha do Wi Fi”?

É duro meu nobre, status todos querem.

Todos querem apenas o Bônus, mas e o Ônus como fica?

A Expressão famosa: “São os ossos do ofício”, ninguém quer usar mais.

E ai como fica a coisa?

Enquanto isso não muda ou enquanto vivo na Tribo errada e não sai à procura de novas Tribos, pelo menos por enquanto torno público aqui meu mais novo Perfil:

“Relacionamento Sério Comigo mesmo, com meus defeitos, meus CDS, meus Livros e meus Escritos.”

Não que eu seja perfeito, possuo todos os defeitos que um Homem pode possuir, mas sempre acreditei que um Relacionamento é coisa Séria.

Ficar? 

Fiquei muuuuuuuuuuuuito e até fico se preciso for, mas confesso que um simples ficar já não me satisfaz como antes.

Claro que estou ficando mais velho a cada dia.

O Cabelo caiu, a barriga começa a dar sinal de vida (mais do que devia até), o vigor da juventude começa e dar “BUG”, mas o que faz valer a pena a Careca, as Rugas, o “Peso do Tempo” são as Lições Aprendidas.

E essas não aparecem pulando etapas, esquivando-se de obrigações.

Cada vez mais busco incorporar a filosofia: “Prefiro ser Feliz a ter Razão”.

Fácil nunca será, mas tem hora que vale a pena.

Não nasci pra generalizar os Descartáveis.

Pessoas, Sentimentos, Amizades, Amores, precisam, merecem e devem ser consertados no primeiro sinal de falha, vale a pena consertar um Amor Velho do que Jogar fora e tentar um Amor Novo.

Afinal Sentimento nunca sairá de moda, e aprendi recentemente com meu Amigo e Psicólogo Ricardo Barbosa que: "O Amor nunca morre, o que morre é a Vontade de Amar".

Sou da Geração que Homem Chora, se declara, Ama, e busca respeitar a Mulher.

Um Safadão nunca será referência pra mim, no trato com as Mulheres, de como se relacionar, a não ser como Mau Exemplo.

Como até um Relógio quebrado marca a hora certa duas vezes por dia.

A única coisa que admiro no Safadão é o seu Talento pra chegar ao Cachê que cobra hoje.

Lista dos Cachês pago no São João de Caruaru em 2016:

Wesley Safadão - R$ 575 mil
Luan Santana - R$ 325 mil
Bell Marques - R$ 280 mil
Aviões do Forró - R$ 250 mil
Elba Ramalho - R$ 190 mil
Matheus e Kauan - R$ 180 mil
Flávio José - R$ 100 mil
Margareth Menezes - R$ 95 mil
Banda Forró Anjo Azul - R$ 95 mil
Banda Desejo de Menina - R$ 90 mil
Gabriel Diniz - R$ 90 mil
Marcia Fellipe - R$ 85 mil
Banda Mastruz com Leite - R$ 85 mil
Jorge de Altinho - R$ 85 mil
Nando Cordel - R$ 80 mil
Paula Mattos - R$ 80 mil
Banda Magnificos - R$ 75 mil
Ademário Coelho - R$ 70 mil
Cavaleiros do Forró - R$ 70 mil
Gatinha Manhosa - R$ 60 mil
Banda Arreio de Ouro - R$ 60 mil
Banda Limão com Mel - R$ 65 mil
Banda Calango Aceso - R$ 65 mil
Santana O Cantador - R$ 65 mil
Luan Forró Estilizado - R$ 60 mil
Banda Solteirões do Forró - R$ 55 mil
Geraldinho Lins - R$ 50 mil
Petrucio Amorim - R$ 50 mil
Banda Brasas do Forró - R$ 45 mil
Maciel Melo - R$ 40 mil
Banda Iohannes e Forró do Imperador - R$ 40 mil
Banda Brucelose - R$ 35 mil
Novinho da Paraiba - R$ 35 mil
Azulão e Azulinho - R$ 25 mil
Banda Bichinha Arrumada - R$ 25 mil
Del Feliz - R$ 20 mil
Marcos Lessa - R$ 20 mil
Teatro de Mamulengos Mamuseba - R$ 18 mil
Valdir Santos - R$ 17 mil
Benil - R$ 15 mil
Banda Os 3 do Nordeste - R$ 15 mil
Os Gonzagas - R$ 15 mil
Silvério Pessoa - R$ 15 mil
Banda Forró do Firma - R$ 15 mil
Fulô de Mandacaru - R$ 12 mil
Quadrilha em Pernas de Pau (três apresentações) - R$ 12 mil
Dorgival Dantas - R$ 12 mil
Banda Pinga Fogo - R$ 12 mil
Banda Zé do Estado - R$ 10 mil
Banda Caru Forró - R$ 10 mil
Jailson Rossete - R$ 10 mil
Erisson Porto - R$ 10 mil
Fabiana Pimentinha - R$ 10 mil
Renilda Cardoso - R$ 10 mil
Lucas Costa - R$ 10 mil
Didi Caruaru - R$ 8 mil
Companhia Mambembe - R$ 7,7 mil
Berinho do Acordeon - R$ 7 mil
Banda Virados do Forró - R$ 6 mil
Banda Santa Dose - R$ 6 mil
Douglas Leon - R$ 5 mil
Coroné Cornélio e Carmosina - R$ 4 mil
Rosimar Lemos - R$ 4 mil
Kell Sales e Kleiton Mel - R$ 4 mil
Banda de Pífano Vitoriano Jovem - R$ 3,5 mil
Banda Amor.com - R$ 3 mil
Trio Café Com Leite (cinco apresentações) - R$ 3 mil
Trio Remelexo - R$ 2,4 mil
Trio Santa Rosa (quatro apresentações) - R$ 2,4 mil
Trio Baú dos 8 Baixos (quatro apresentações) - R$ 2,4 mil
Felipe Gonçalves - R$ 2 mil
Grupo de Dança Expressão Popular Flor e Barro (duas apresentações) - R$ 2 mil
Astúcia Skateboard - R$ 2 mil
Quadrilha Junina Arrasta-Pé - R$ 2 mil
Tony Maciel - R$ 2 mil
Trio Vai Hoje (três apresentações) - R$ 1,8 mil
Garotos do Forró - R$ 1,5 mil
Banda Dama do Rei - R$ 1,5 mil
Banda Viatura - R$ 1 mil
Banda Rasga Mortalha - R$ 1 mil
Banda Silent Revelation - R$ 1 mil
Banda 2º Turno - R$ 1 mil
Banda Mizera - R$ 1 mil
Daniel Olimpio - R$ 500 
Repentista Luciano Leonel - R$ 500
Declamador Jenerson Alves - R$ 300
Declamador Dorge Tabosa - R$ 200 


Se o tema da conversa for “Como cobrar um Cachê de um Show”, eu estufo a caixa dos peitos e grito em Alto e Bom Tom:


“Vai Safadão, Vai Safadão.”

Recife (PE), 23 de setembro de 2016.

Benízio Elias da Silva Filho – DUY

14 de ago de 2016

Carta de um Filho Órfão de Pai Vivo

Querido Papai,

Pra começar nossa conversa quero agradecer ao Senhor pela minha existência, pois nem essa carta teria sido possível se o Senhor não tivesse dado a semente que me gerou.

Hoje Dia dos Pais é o dia que mais me dói, não pelo fato de não poder dar-te um presente, e nem pelo Senhor ter me abandonado, não sei os motivos que levaram o Senhor a tomar esse caminho.

Dói Papai porque olho meus coleguinhas órfãos de Pai morto e sei que os mesmos sentem saudades, pois seu Pai hoje mora no Céu e a dor da Saudade é pulsante, causa banzo e chega a matar, mas ainda é menor que a minha, pois mesmo eu tendo Pai Vivo, não posso abraça-lo e sinto a dor do Abandono Afetivo.

Vivo andando e me perguntando:
Que culpa tenho eu por ter sido abandonado pelo Senhor?
Que se o crime que cometi foi nascer, e torna-lo Pai.
Onde muitos vivem rodando laboratórios de Reprodução Humana lutando incansavelmente para ter o direito de ser Pai, coisa que o Senhor ganhou de Papai do Céu e não enxerga essa presente.

Fico imaginando como seria seu cheiro?
Como seria tocar seu rosto?
Seu colo?
Que time o Senhor torce?

Sabe Papai às vezes faço uma presepada e no alto da minha inocência fico esperando uma voz masculina me dar uma Bronca, fico esperando o Senhor aparecer, que quando penso que o Senhor iria gritar, ouço uma voz feminina, Mamãe gritando e reclamando pela traquinagem.

Não sinto nenhuma mágoa pelo fato do Senhor ter me abandonado, guardo todos os dias, os abraços que nunca dei os beijos que nunca dei e rezo pra Papai do Céu que um dia o Senhor lembre-se de mim e venha ocupar seu lugar.

Sei que o Senhor tem Papai e Eu tenho Vovô, e essa é minha esperança, pois mesmo que eu não saiba o que é ter um Pai o Senhor sabendo bem, possa imaginar a dor que eu sinto e volte pro meus Braços.

Sei que o Senhor existe embora nem saiba como o Senhor é só ouço Mamãe falar que o Senhor é assim e assado, mas Mamãe não sabe o que sinto porque ela também tem Pai Presente e não consegue entender a dor que sinto.

Reconheço que meu Vovô tem dado muuuuuito, mas muuuuuito amor, e mesmo esse Amor todo que ele não mede esforços pra me fazer feliz, mesmo assim ele não entende a dor que sinto porque ele também teve seu Pai que viveu com ele e eu não.


Mesmo assim eu te Amo PAPAI e te desejo Feliz Dia dos Pais, pois o Senhor sabe o que é Amor de Pai porque recebeu do seu e eu não.