8 de ago de 2011

Uma pequena leitura

Muitas vezes aparecem verdades que tentamos camuflar.
A mentira sempre existirá, por mal intenções, para evitar algum sofrimento...
Mas a verdade será sempre a verdade.
O Orgulho é o veneno que carregamos e bebemos pouco a pouco.
E como diz o Dito Popular:

"Não escolhemos o que colhemos, colheremos de toda forma, é inevitável a colheita: muito, pouco, bem ou mal. Mas existe a colheita, por outro lado o que plantamos, esse sim é escolhido por nós."

Pros amantes da Poesia, uma pequena leitura do Imortal "Cartola" interpretado por Beth Carvalho:


Homenagem Póstuma ao Poeta e Amigo: Biu Izidório

Prestamos aqui nossa singela Homenagem ao Poeta Violeiro e Repentista, agora Imortal: 
SEVERINO SILVA DE SOUSA, 41 anos.

Popularmente conhecido como "Biu Isidorio" ou "Biu Boizim".

Desencarnou ontem (07/08/11) por volta das 18h no Hospital PROCAPE em Recife-PE, Biu partiu nos deixando muitos ensinamentos, Deficiente Visual,  Casado com Edneide Cordeiro (também Deficiente Visual), conhecida com Neide de Zé Cordeiro, lançou uma sementinha no Mundo chamada "Maria Rita", o xodó da Família Cordeiro.



Biu apesar de suas limitações era ilimitado em seus ensinamentos, com Biu, por exemplo, tive várias lições:
·         Aprendi que aquilo que vemos é muito pouco quando partimos a enxergar com o Coração;
·         Aprendi que não existe limite quando queremos algo;
·         Aprendi que a Poesia é muito Rica e serve de Balsamo para nossas dores, e de alegria para nossas comemorações;
·         Aprendi também com Biu a ler as entrelinhas;
·         Aprendi que no Amor não existe limites, sejam eles visuais mentais ou motores, limites são para pequenos e não para quem ama;
·         Aprendi a entender que nossa missão quando cumprida partimos e por mais querido que sejamos temos que respeitar a vontade Divina;
·         Aprendi a chorar quando preciso e ser forte quando necessário;
·         Aprendi que o tempo é pouco e curto, e que o nosso preconceito nos impede de dizer o quanto amamos um "Amigo";

Mas a mais importante lição: Biu também me ensinou a ser feliz, por vários motivos:
·         Pelo simples fato de estarmos vivos;
·         Pelo ar, pela natureza, pelas flores... ; Pelos nossos defeitos e por nossas qualidades;
·         Por nossa Família;
·         Por nosso Trabalho;
·         Pelos nossos inimigos, é uma oportunidade de exercitarmos o perdão.
·         Enfim por mais empecilhos que haja temos motivos para sermos felizes.


Vai com Deus Biu Isidoro e saiba que ficaremos com a recordação dos bons momentos, das cantorias de violas, das risadas, das respostas espontâneas, da saída para tudo.
Sua mensagem foi entendida e sua missão cumprida e pode ficar tranqüilo que cuidaremos bem de Neide e de Maria Rita, que Deus te Guie.
Receba esse último verso do amante da Poesia, seu amigo e seu admirador, Benízio Filho  - Duy :


E pensar que olhando eu tava vendo
Vendo aquilo que se vê na escuridão
E você que sem olhos, mas com a Mão
Me mostrou o quanto eu tava  me perdendo

Tu ensinando e sem querer fui aprendendo
Que se vê melhor quando se vê com o Coração
E que a partida que completa a Criação
Fica saudades, mas não Sofrendo


Deus te chamou e quem sou eu pra questionar
Se minha fé e o meu Deus me Alivia
Se Maria Rita ficou pra nos consolar
Será pra Neide e para Nós grande Alegria

Sua Viola será sempre Venerada
E os seus versos serão nunca esquecidos
Saiba que por todos fosse sempre bem querido
E a poesia está agora enlutada

Não me despeço, mas fico aqui te dando um Tchau
Pois pra Poesia não existe um simples Fim
Nunca esquecido será o nosso Biu Boizim
Uma vez Poeta serás sempre um Imortal.