29 de mar de 2012

Nosso Humor está triste :(



Morreu na última terça-feira (27),o Escritor Millôr Fernandes. Desenhista, Dramaturgo, Poeta e Jornalista.
Sua escrita inconfundível teve seu auge em 1968 com a Revista "O Pasquim", deu muita dor de cabeça ao Militares na época da Ditadura.

Millôr é irreverente até com sua morte.
Ele é a única pessoa que nasceu em 16 de agosto de 1923 e morreu em 27 de maço de 2012, com 87 anos, dá pra entender essa matemática? Não, né?

É que na verdade ele só foi registrado oficialmente em 27 de maio de 1924.

Órfão de Pai com 01 ano de idade e depois órfão de Mãe aos 10 anos de idade, nem por isso deixou de rir e fazer os outros rirem de forma inteligente. Muito diferente do humor apelativo que temos hoje como Pânico na TV, Legendários e etc.

Não poderia de forma alguma deixar de prestar nossa simples homenagem ao Imortal fazedor de frases e de risos, das quais citamos muitas aqui no nosso BLOG ASSUNTAGEM.

Segue um pouco, uma pitadinha do Eterno Millôr Fernandes, segundo o Blog da Revista Continente (http://www.revistacontinente.com.br/blog/?p=311):

MILLÔR E SUAS FRASES INESQUECÍVEIS



Para ler com o caderninho de citações aberto:

“As pessoas que falam muito, mentem sempre, porque acabam esgotando seu estoque de verdades”.


“Como são admiráveis as pessoas que nós não conhecemos bem”.


“Chato… Indivíduo que tem mais interesse em nós do que nós temos nele”.


“Anatomia é uma coisa que os homens também têm, mas que, nas mulheres, fica muito melhor”.


“De todas as taras sexuais, não existe nenhuma mais estranha do que a abstinência”.


“Ser gênio não é difícil. Difícil é encontrar quem reconheça isso”.


“Inúmeros artistas contemporâneos não são artistas e, olhando bem, nem são contemporâneos”.


“Jamais diga uma mentira que não possa provar”.


“O cara só é sinceramente ateu quando está muito bem de saúde”.


“Quando todo mundo quer saber é porque ninguém tem nada com isso”.


“Depois de bem ajustado o preço, a gente deve sempre trabalhar por amor à arte”.


“Certas coisas só são amargas se a gente as engole”.


“Um homem é realmente velho quando só pensa nisso”.


“Quando, afinal, nos acostumamos com uma moda é porque ela já está 
completamente em decadência”.


“Não ter vaidades é a maior de todas”.


“Esta é a verdade: a vida começa quando a gente compreende que ela não dura muito”.


“Quem mata o tempo não é assassino mas sim um suicida”.



MUITA LUZ AMADO MESTRE !!!!