18 de ago de 2010

Fidelidade Partidária, pra que serve?

Aproxima-se as Eleições 2010, devemos escolher numa tacada só:

  • 01 Presidente da República;
  • 02 Senadores;
  • 01 Governador;
  • 01 Deputado Federal;
  • 01 Deputado Estadual;
Na nossa querida "Cidade Feliz" - João Alfredo-PE, que não é diferente das outras do nosso país é difícil entendermos a Política.

Como as Coligações são feitas e por que são conduzidas de tal forma?

Aqui particularmente é uma salada só.

Temos na Posição apoiado pelo então Prefeito o Sr. Severino Calvalcanti:
Dep. Estadual: José Maurício (seu filho)
Dep. Federal: Eduardo da Fonte

A ex-Prefeita Maria Sebastina é candidata a Dep. Estadual e apoia como Dep. Federal: Jorge Corte.

O ex-Prefeito Sebastião Mendes:
Dep. Estadual: Cel Sebastião Rufino
Dep. Federal: Sérgio Guerra

O Verador Zé Martins:
Dep. Estadual: Cel Sebastião Rufino
Dep Federal: Danilo Cabral

O Vereador José Silvino tem seus própios candidatos, e outras lideranças também divergem na escolha dos Deputados.

Algúem pode me explicar tal Salada?


Fidelidade existe, ou é questão de conveniência?


Onde estão os ideais de cada Partido Político?


Se eles que pregam a Fidelidade Política, não a praticam, por que nós que somos a parte menos importante(na visão do sistema podre) temos que praticá-la?

Para o mundo. Eu quero descer.

Como diria Boris Casoy:


" ISTO É UMA VER-GO-NHA "



Calma Pessoal, o espetáculo está apenas começando....